AUDITÓRIO DO CEGEP RECEBE NOME EM HOMENAGEM A PROFESSOR

O auditório do CEGEP (Centro Guaçuano de Educação Profissional) “Governador Mário Covas” recebeu na sexta-feira, dia 15, a denominação oficial de Auditório “Professor Ezuardo Zamariola Murillo”.

A iniciativa do diretor geral Ivens Chiarelli foi uma homenagem ao arquiteto e ex-coordenador técnico-administrativo do CEGEP, que faleceu no dia 16 de maio deste ano.

A cerimônia contou com a participação da irmã do homenageado, Cássia Aparecida Zamariola Murillo Lanzi, ex-coordenadora do CAMP (Centro de Aprendizagem Metódica Profissionalizante).

O prefeito Walter Caveanha, o ex-vereador Mário Vedovello Filho e o professor Jesse Costa, coordenador do curso de Logística, também renderam homenagens a Ezuardo por sua contribuição para a implantação do CEGEP.

Ezuardo foi professor de Geometria na Escola Municipal de Ensino Fundamental “Professor Cid Chiarelli”, da FEG (Fundação Educacional Guaçuana), onde ganhou notoriedade ao lecionar no curso de Edificações.

Como os cursos técnicos articulados com o Ensino Médio foram proibidos em todo o país pelo Decreto 2.208, de 1997, os cursos profissionalizantes da FEG migraram para o recém-inaugurado CEGEP em 2003.

Além de Edificações, o CEGEP absorveu os cursos de Informática e Eletrônica, entre outros. Designado gerente técnico-pedagógico, Ezuardo implementou diversas ações para elevar a qualidade do ensino da escola.

Entre as iniciativas que efetivou constam a implantação de banco de currículos, o estabelecimento de critérios para seleção de professores e a realização de pesquisa de mercado para adequar a oferta de cursos.

Esse processo que abrange tanto os cursos de longa quantos os de curta duração é hoje denominado FIC (Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores).

Idealista, Ezuardo Zamariola também incentivou os professores de disciplinas estritamente da área profissional a fazerem Pedagogia ou Complementação Pedagógica e promoveu cursos de capacitação de docentes e funcionários.